POSTS DA CATEGORIA: Clipping
08out
DCI: Varejo de artigos de decoração faz do e-commerce uma vitrine para vendas
Clipping

Surgimento de um novo perfil de consumidor, mais exigente e conectado, empurrou players do segmento para o universo online; em 2017, o faturamento desse mercado atingiu R$ 54,1 bilhões

Frente às mudanças de mercado e a forte incursão das plataformas online no setor do comércio, varejistas de artigos para casa e decoração começam a enxergar no e-commerce uma oportunidade para acelerar as vendas tanto nos canais virtuais como físicos.

“Sem dúvida o comércio eletrônico é uma realidade para qualquer negócio. Nesse setor, o varejista tem que pensar nos consumidores sem tempo para ir até a loja ver o produto. O e-commerce pode ser muito mais consultivo para pesquisa de produtos nesse caso. Ainda há a necessidade de sentir o material pessoalmente”, afirmou a professora de economia especializada em varejo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Vania Dohme.

De acordo com ela, as lojas físicas de artigos de decoração vêm assumindo o papel de um ambiente de experimentação daquilo que o cliente viu no comércio eletrônico, o qual pode ser visto como uma “vitrine virtual.”

Em 2017, esse mercado como um todo movimentou R$ 54,1 bilhões no Brasil, com destaque para a região do Sudeste – responsável por 46,2% desse faturamento, segundo os dados da Associação Brasileira de Artigos para Casa e Decoração (ABCasa).

Segundo o presidente da entidade, Renato Orensztejn, no período pós-crise, os players desse segmento tem buscado se adaptar aos novos canais de venda por meio da ampliação de seus portfólios de produtos; apostando na especialização em nichos de mercados específicos.

Na prática

Um dos exemplos de negócio que está em linha com às visões de segmentação de mercado e crescimento da relevância do ambiente online nos negócios é a rede de lojas Tânia Bulhões, voltada para o comércio de louças. “As nossas vendas no e-commerce têm crescido muito em função do nosso investimento em campanhas nas redes sociais”, argumentou o CEO da rede, Marcelo Nogueira.

De acordo com o executivo, o comércio online é responsável por 20% das vendas totais do negócio. Para Nogueira, os aportes no ambiente online refletem também uma maior recorrência de clientes mais jovens nas lojas, gerando também uma reformulação no portfólio de produtos e embalagens da empresa. “Vemos a necessidade de colocar mais jovialidade para a marca”. O tíquete médio está em R$ 800.

Outra estratégia mencionada pelo executivo diz respeito às listas de casamento, que funcionam como um “catalisador” de vendas para o negócio, tendo em vista o foco em louças e pratarias. “Normalmente, quando a noiva ganha os nossos produtos já vira uma cliente. As madrinhas do casamento também tem, no geral, mais ou menos a mesma idade de quem está se casando”, disse.

Já o diretor administrativo da rede Breton, André Rivkind, afirmou que atende um público um pouco mais amplo e enxerga uma exigência maior dos consumidores em virtude do acesso à informação, independente da idade. “Nosso público pertence à Classe A e a faixa-etária é de 25 até 60 anos”, observou Rivkind.

O executivo diz, sem citar cifras, que o crescimento das vendas online vem evoluindo 50% anualmente. Mesmo com tal evolução, a representatividade do canal virtual diante das vendas totais ainda é pequena, cerca de 5%.

“O consumidor acaba vendo na nossa loja online e a conversão de compra acaba ocorrendo mais no ponto físico”, disse. Segundo ele, atualmente o e-commerce ainda está mais alinhado ao papel de vitrine.

Leia Mais


05out
Vídeo: Radar Television mostra como foi a final nacional do Prêmio gia
Clipping

O programa Radar Television foi conferir a final da etapa nacional do Prêmio Gia, maior premiação mundial do varejo em artigos para casa.

Criado em 2000 pela International Housewares Association (IHA), nos Estados Unidos, o prêmio no Brasil é realizado pela ABCasa.

Assista uma entrevista com Renato Orensztejn, presidente da ABCasa, e confira depoimentos dos concorrentes e julgadores: Vitor Mardegan (diretor de Planejamento e Marketing da Rede TV), Murilo Lima (gerente de vendas da Doural), André Cutait (diretor da Spicy), Ana Carolina Ribeiro (diretora executiva de Maria Pia Casa), Marcelo Nogueira (CEO da Tania Bulhões) e Cris Paola (arquiteta).

Confira o vídeo:

Leia Mais


27set
Cogea: Fator ABCASA: dois anos de trajetória e mais de 500 associados
Clipping

Qual é o diferencial desta associação?

Mais de 50 mil pessoas em dois eventos anuais. Expositores em fila para participar da maior feira do setor na América Latina. Conteúdo e relacionamento direto com o associado. Com aproximadamente dois anos, a ABCASA já mudou as perspectivas de todo um setor. Qual é a receita para crescer exponencialmente em tão pouco tempo?

A Associação Brasileira de Artigos para Casa, Decoração, Presentes, Utilidades Domésticas, Festas e Flores (ABCASA) nasceu da união de empreendedores com a intenção de defender seus interesses. Os fundadores consideravam que este setor era pouco organizado na economia e, através de pesquisas setoriais, descobriram que juntos movimentam R$ 25 bilhões por ano no país.

Com muito a mostrar e uma vontade ímpar em atender o associado, a ABCASA direciona o cuidado no relacionamento pessoal, unindo esforços de 42 colaboradores em um tratamento exclusivo e personalizado.

A representatividade do setor no país

A produção nacional de artigos para casa, decoração, presentes e utilidades domésticas já soma 21.9 mil unidades produtoras no país. São cerca de 344.7 mil vagas de emprego geradas em todas as regiões do Brasil.

Na esfera de vendas por varejo, a movimentação ficou em torno dos R$ 54.1 bilhões em 2017, através de 183,5 mil pontos de venda.

Para a ABCASA a representação de associados por regiões fica da seguinte forma:

• 67% Sudeste
• 5% Nordeste
• 3% Região Norte
• 4% Centro-Oeste
• 21% Sul

Organização e planejamento

Para alcançar bons resultados em tão pouco tempo, a ABCASA expandiu os cuidados para que a organização diária não fosse um obstáculo. Portanto, tudo é medido, pesado e planejado com muita antecedência.

Diante de um perfil que cumpre uma grande agenda de entregas, muitos processos já foram enraizados entre a equipe, que joga como um time e têm dado resultados importantes.

Esta é a estrutura organizacional da ABCASA:

– Presidente eleito
– Diretoria
– Conselho
– Comitês

ABCASA Fair – A vitrine da associação

É a maior feira do setor da América Latina e voltada para o público B2B. São cerca de 50 mil visitantes profissionais entre lojistas, arquitetos, decoradores, designers e outros.

É o local ideal para descobrir novas tendências, lançamentos e fechar negócios. A feira acontece duas vezes por ano, tradicionalmente nos meses de fevereiro e agosto. “Na verdade, a feira é um grande ponto de encontro. Ali você tangibiliza tudo o que organiza e o setor que você movimenta. É onde as pessoas enxergam a magnitude do setor, mas existe muita coisa por trás disso”, afirma Flávio Pignataro, gerente de Marketing da ABCASA

Flávio conta que toda receita gerada na feira é voltada para reinvestir no próprio setor. “Não fica em caixa. Acaba sendo investida de todas as formas, na capacitação, no desenvolvimento e estudo do setor, parcerias e em BackOffice”.

Visibilidade internacional

Uma das grandes ações desempenhadas pela ABCASA foi colocar o Brasil novamente no mapa de uma das principais premiações do setor, o Prêmio GIA – Global Innovation Awards.

A partir de agora, todos os empreendimentos deste setor no Brasil poderão participar da maior premiação mundial do varejo de artigos para casa.

Com esta visibilidade, a associação demonstra o destaque que dá ao associado, gerando valor. Neste prêmio podem concorrer desde pequenos produtores, com um negócio familiar, até mesmo grandes nomes do setor de decorativo.

Assim, toda a reputação e prestígio são resultados voltados para o associado. A ABCASA é o meio pelo qual as empresas podem conquistar espaço, visibilidade, destreza e aprimorar suas habilidades.

Onde o associado vê valor?

Algumas empresas de âmbito mundial descobriram a receita de um atendimento ideal. É este o valor que o consumidor encontra como diferencial para sua escolha. Um exemplo memorável usado em palestras de incentivo e inspiração ao redor do mundo, é o modo como empresa de calçados Zappos atende aos clientes.

O diferencial é o tratamento personalizado e voltado exclusivamente para cada caso e atender às demandas de cada pessoa, com foco em propor soluções individualizadas. Este também é o comportamento da ABCASA com seus associados.

“A demanda do associado é o que estimula a associação a crescer. É o que somos hoje, devido a este formato. Ela não veio formada dentro de uma caixinha que você abre e fala ‘é isso que vamos fazer’. Hoje, o que nos estimula é respeitar a demanda do associado. Porque a gente atende a um setor. Se ignorarmos suas necessidades ou irmos contra suas demandas, não faria o menor sentido”, declara Flávio Pignataro.

O diálogo constante e os auxílios ofertados são muito amplos. A ABCASA está à disposição do associado para atender desde demandas como problemas de envios de e-mail marketing, até mesmo em instruções mais robustas.

O assessor de imprensa da instituição, Thell de Castro, reitera: “os associados requerem muitas demandas para a ABCASA e, na medida do possível, elas são atendidas, mas as ideias vêm deles”.

Benefícios para associados

A associação tem um produto que oferece aos associados, chamado ABCASA Benefícios. É um programa de parcerias que está dentro de uma plataforma online. Hoje é possível ter um cartão de plástico, como os tradicionais para adquirir os benefícios. É aberto para todo o mercado profissional que atua neste segmento.

São mais de 120 parceiros, alguns de varejo com descontos mais pontuais e parcerias bem estratégicas voltadas para o segmento do associado e suas necessidades empresariais.

“São vários formatos e vendas corporativas dentro da plataforma, que são as parcerias mais complexas. Então, existe um núcleo da ABCASA voltado só para desenvolver novos parceiros”, conta Miryam Tolloto, Gerente de Parcerias e de Desenvolvimento da ABCASA.

O fator ABCASA

Com todo o diálogo, atenção ao associado, e destaque a suas necessidades como um direcionamento na rotina, a ABCASA está em constante crescimento. Sendo a única representante de um setor de extrema relevância para o país, ela consegue equalizar suas funcionalidades com muita inovação.

Ainda há um longo caminho a ser firmado e, consequentemente, uma expansão de recursos e de técnicas para manter seu DNA alinhado com os pilares que foram estabelecidos nestes dois anos de trajetória.
A exemplo de grande parte dos negócios em escala mundial, cada vez mais a indicação é olhar atentamente para o associado conforme suas necessidades específicas.

Desta forma, associações seguem o seu propósito em ser o ponto focal de desenvolvimento para seus membros associados.

Leia Mais


03set
Confira dois vídeos do programa Feiras & Negócios sobre a ABCasa Fair de agosto
Clipping

O programa Feiras & Negócios esteve na ABCasa Fair de agosto e destacou dois vídeos sobre a feira em sua programação.

O primeiro vídeo apresenta uma entrevista com o presidente da ABCasa, Renato Orensztejn; já o segundo mostra depoimentos de alguns expositores.

Confira:

Leia Mais


03set
Vídeo: RedeTV! News destaca ABCasa Fair de agosto
Clipping

A RedeTV! esteve na ABCasa Fair de agosto e destacou as novidades da maior feira de decoração, artigos para casa, utilidades domésticas, presentes, festas e flores da América Latina.

A reportagem foi exibida no principal telejornal da emissora, o RedeTV! News.

Confira o vídeo:

Leia Mais


Credencie-se para a próxima ABCasa Fair