Viver nas grandes cidades tem lá suas vantagens. Mas, deixando de lado a badalação, a vida noturna agitada, a efervescência cultural e as oportunidades, também há alguns pontos negativos, como o distanciamento dos elementos da natureza e das plantas. Observando as tendências em decoração, tanto que o verde greenery foi eleito pela Pantone a cor de 2017, fica evidente que o lifestyle atual pede por mais elementos que remetam à natureza, com folhagens naturais e
Dicas e Tendências
, , ,
A decoração em estilo escandinavo tornou-se uma forte tendência devido à simplicidade e maneira como combina formas e funções. Trata-se de um foco minimalista, sem excessos, que privilegia as linhas retas. Nos objetos, cores básicas como branco, bege, cinza, marrom e preto são as mais usadas, agregando itens de madeira, que aparecem em tons claros ou escuros, trabalhados de forma delicada ou rústica. Em festas, o estilo também ganha espaço, trazendo charme e requinte à
Associados
,
Em 2014, o abacaxi ganhou as passarelas e depois as ruas, estampando peças de roupas, bolsas e acessórios. Não demorou muito até ganhar destaque e se tornar item de decoração, muito utilizado por designers em luminárias, porcelanas, cortinas e estofados. Para entender a ascensão da fruta, é preciso um breve retorno ao período das navegações, época de descobertas de continentes até então desconhecidos pelos exploradores europeus. Os primeiros registros relacionados ao termo ‘abacaxi’ datam do
Dicas e Tendências
, ,
A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), apurada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), alcançou 88,0 pontos em março de 2018, registrando aumento de 1,1% em relação ao mês passado. Na comparação anual, o índice apresentou alta de 12,6%. No entanto, o resultado abaixo dos 100 pontos ainda indica uma recuperação lenta do otimismo das famílias. “A menor volatilidade da taxa de câmbio e as melhores condições de aquisição de
Economia
, ,
Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), as vendas do varejo voltadas para a Páscoa deste ano deverão crescer 3,5% em relação à Semana Santa do ano passado, já descontada a inflação do período. Se essa projeção for confirmada, será o melhor desempenho das vendas reais do varejo nesta data comemorativa desde 2013 (+4,8%). Na mesma data de 2017, o varejo registrou o primeiro aumento no volume de vendas (+1,1%)
Economia
, , ,
ABCASA FAIR - 17 A 21 DE AGOSTO: CREDENCIE-SE AQUI