Levantamento do Ibope Inteligência mostra que existem 12.600 lojas vazias nos shoppings centers brasileiros. Apesar disso, o setor comemora, porque esse número já foi muito maior – caiu quase 50% nos últimos dois anos.

presentes e artigos para casa

O desempenho foi impulsionado, principalmente, pela abertura de lojas de serviços e alimentação.

A pesquisa mostrou entre que entre as categorias que mais abriram lojas está o setor de presentes e artigos para casa, com 5% de crescimento. Chegaram ao Brasil, por exemplo, varejistas estrangeiras de porte, como as japonesas Miniso e Daiso.

Outro fator que precisa ser destacado é a flexibilidade nas negociações envolvendo valor do aluguel com as administradoras dos centros comerciais.

“Varejistas privilegiam os shoppings que têm mais maturação no mercado, porém os valores de aluguel e o poder de negociação são diferentes”, informa Márcia Sola, diretora de shopping, varejo e imobiliário do Ibope.

OTIMISMO

Dados da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), entre 2015 e 2017, entre abertura e encerramento, o saldo de lojas foi negativo em 226 mil. Para este ano, a Entidade projeta um saldo positivo de 20,7 mil lojas. Vale lembrar que, entre 2012 e 2016, foram inaugurados 128 shoppings em todo o Brasil, de acordo com a Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers).

Sabe onde encontrar as principais marcas, tendências e lançamentos do mercado de artigos para casa, decoração, presentes, utilidades domésticas, festas e flores? Na ABCasa Fair 2018, de 17 a 21 de agosto, no Expo Center Norte, em São Paulo. Estamos preparando tudo para oferecer o melhor ambiente para lojistas e profissionais fecharem excelentes negócios. O credenciamento é rápido e gratuito! Clique aqui e inscreva-se!