Foi-se o tempo em que decoração era vista como um elemento praticamente exclusivo do universo feminino. Hoje em dia, os homens se interessam muito mais por artigos para casa e ajudam – ou mesmo escolhem sozinhos – itens para compor o visual dos ambientes domésticos.

Um fator que contribuiu para esse cenário foi o aumento do home office no Brasil. Cada vez mais, os brasileiros adotam essa modalidade de trabalho – seja a semana toda ou apenas alguns dias. Uma pesquisa do instituto Penn Schoen Berland aponta que 53% dos funcionários brasileiros trabalham parte da semana em casa.

A tendência home office virou febre, sim! E isso ampliou especialmente o mercado de objetos e utilitários para escritórios. É o que diz a Geguton, fabricante nacional de artigos funcionais e decorativos para casa, associada da ABCasa.

Por lá, metade dos produtos comercializados são itens de escritório, como porta lápis, murais e organizadores de mesa. Afinal, quem trabalha de casa precisa ser ainda mais organizado para entregar bons resultados. #FICAADICA

Adivinhe só? A maioria dos consumidores desse tipo de produto é homem! Cada vez mais, eles estão inserindo itens de decoração nos seus ambientes de trabalho e convivência, o que tem movimentado ainda mais esse mercado.

“Com o home office, as pessoas passam mais tempo em suas residências. Isso faz com que invistam em itens que proporcionem bem-estar e ambientes confortáveis para as tarefas profissionais”, disse Maria Antônia Horbach, sócia proprietária da Geguton.

A ABCasa está de olho nas mudanças comportamentais que possam alavancar o mercado de decoração e o home office é uma grande oportunidade de negócios para o setor.

Lojistas e amigos de plantão, que tal trabalhar campanhas e conteúdos exclusivos para esse público e mercado que só aumentam? Fique antenado com o Blog da ABCasa que sempre traremos dicas e novidades para você explorar ao máximo seu mercado! 😉

Tags: , , , , , ,