Showing posts tagged with: comércio
02fev
Simples Nacional conta com novas regras desde 1º de janeiro
Dicas e Tendências

Desde o primeiro dia do ano começaram a vigorar as novas regras do Simples Nacional. As mudanças foram aprovadas em outubro de 2016 e as expectativas são de que os pequenos negócios cresçam e contribuam para a geração de emprego e renda no Brasil.

Entre as principais mudanças para o empresário está a redução do número de tabelas, de seis para cinco anexos, sendo três deles para serviços, um para comércio e um para a indústria. A quantidade de faixas de faturamento também foi reduzida, de 20 para seis, além do estabelecimento de alíquotas progressivas de tributação.

Outro ponto importante das novas regras é o enquadramento do setor de serviços em tabela de alíquotas diferenciadas pelo tamanho da folha salarial para alguns setores, o que deverá ser igual ou superior a 28% em relação à receita bruta para recolher por uma alíquota menor.

As microempresas e empresas de pequeno porte também têm garantido o tratamento diferenciado, simplificado e favorecido, uma vez que agora há a inclusão das relações de consumo no critério da dupla visita. Ou seja, se em uma visita de fiscalização for detectada alguma irregularidade relacionada às relações de consumo, o empresário deve ser orientado a corrigir a falha, tendo direito a receber uma nova visita antes de qualquer autuação.

De acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo – FecomercioSP –, as novas regras representam um marco para o desenvolvimento econômico e social dos pequenos negócios. Afinal, do total de estabelecimentos no Brasil, 98% são micro e pequenas empresas, que respondem por 52% dos empregos gerados no país.

A Fecomercio lançou também uma cartilha chamada O Novo Supersimples, que traz resumidamente informações relativas às novas regras. Para acessar o conteúdo e tirar suas dúvidas, acesse aqui.

Leia Mais


11dez
Uma bela decoração de Natal para sua loja em 5 passos
Dicas e Tendências

O Natal é um dos momentos mais esperados pelos lojistas. Além de representar um excelente período de vendas, a data está próxima ao fechamento de um ciclo, o que significa a chegada de novas estratégias e expectativas renovadas.

Para encerrar o ano com chave de ouro e se destacar frente à concorrência, é importante investir na decoração e no aspecto visual do seu negócio.

Afinal, este é um período comercial interessante também para os consumidores. Por isso, principalmente se você ainda não terminou a decoração da sua loja, confira algumas dicas que vão ajudá-lo a fazer uma excelente campanha de Natal.

1 – Capriche na iluminação

Quando se fala em Natal, uma das primeiras associações que vem à cabeça são luzes piscando. Bem-feita, com utilização na vitrine, por exemplo, a iluminação clássica cria um ambiente acolhedor, atraindo os olhares dos passantes e contribuindo para que entrem na loja e façam suas comprinhas.

2 – Atenção especial à vitrine

A vitrine é o lugar perfeito para unir o ambiente natalino com os diferenciais do seu negócio, como preço, variedade, qualidade ou exclusividade. Monte kits e sugestões de presentes, mostrando que os seus produtos se encaixam perfeitamente nessa categoria.

3 – Crie um laço entre o seu negócio e o Natal

Outra sugestão bacana é mesclar a decoração natalina com a temática da sua loja, demonstrando criatividade e sinergia com essa data tão especial. Se você vende móveis, por exemplo, que tal colocar um boneco do Papai Noel confortavelmente sentado e relaxando em um dos seus sofás?

4 – A circulação tem que ser preservada

O que você mais quer nesse período é ver o cliente entrando, escolhendo e comprando. Deixar a loja gostosamente enfeitada é ótimo, desde que não atrapalhe a circulação das pessoas.

5 – Pesquise

A decoração não é necessariamente um talento nato. Então, aproveite a internet para pesquisar sobre as principais tendências. Neste ano, arranjos de porta, mesa e até mesmo as tradicionais árvores estão menos enfeitadas, e o verde está com tudo no decór natalino!

Para mais dicas e novidades, siga-nos no Instagram: @abcasa_oficial

 

Leia Mais


17nov
Consumidor paulista tende a gastar mais nesse final de ano
Economia

Um cenário positivo se abre para os lojistas de São Paulo. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (FecomercioSP) divulgou, na primeira semana de novembro, dados que mostram que o otimismo e a confiança voltaram a fazer parte do cotidiano do consumidor paulista.

Após dois meses de queda, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) subiu em outubro, refletindo melhora do ambiente econômico brasileiro atual. A alta foi de 3,2% e, mais uma vez, fica acima de 100 pontos, chegando a 102,8 pontos. A escala de pontuação varia de zero (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total).

O empresário, portanto, pode se manter otimista, pois as perspectivas atuais são as melhores: o mercado nacional apresenta crescimento e o consumidor se sente mais confortável para sair às compras.

Vários fatores contribuíram para o avanço da confiança do consumidor, entre eles, inflação e juros em queda e indícios de diminuição da taxa de desemprego. O otimismo em relação ao futuro também subiu, mesmo sendo inferior ao patamar antes da crise, que era de 134,1 pontos.

Perfil do consumidor

O grupo de consumidores masculinos registrou alta de 11,1%, passando de 74 pontos para 82,2. Já as mulheres, apresentaram queda de, 3,7%, indo de 66,3 pontos em setembro para 63,8 em outubro. Vale destacar ainda o avanço de 8,2% por parte dos que têm renda familiar de até dez salários mínimos (64,2 pontos para 69,5 pontos).

Em relação às expectativas, o maior avanço foi entre os consumidores com renda familiar superior a dez salários mínimos – alta de 5,8%. O público que apresenta o maior otimismo é preenchido por aqueles até 35 anos, que registraram alta de 4,3%.

A pesquisa da FecomercioSP é uma ferramenta fundamental para lojistas e varejistas como você, que podem utilizar os dados para traçar estratégias e atingir em cheio o consumidor que se mostra otimista e disposto a gastar mais nesse final de ano. Aproveite!

Leia Mais


03nov
Black Friday: Vem aí a sexta-feira mais aguardada do ano
Dicas e Tendências

 

Desde que a Black Friday entrou no calendário nacional de ofertas, em 2011, virou o dia mais aguardado do comércio antes do período do Natal.

A data movimenta a economia e gera um fluxo positivo de negócios num mês antes considerado morno. Só em 2016, atingiu R$ 1,9 bilhões em vendas, segundo o site blackfriday.com.br.

No ramo de artigos para casa e decoração, em especial, a Black Friday traz uma oportunidade de ouro para faturar com ofertas exclusivas.

O setor está entre os seis segmentos mais buscados pelos consumidores durante a data, diz o site oficial do evento. Um dos apelos são as festas de fim de ano e o anseio de renovar o visual de casa, sem gastar muito. Quem não gosta?

Esse é o momento, portanto, de você, lojista, preparar uma leva de promoções e incrementar seu caixa.

Aproveitando a data, que em 2017 cai no dia 24 de novembro, preparamos algumas dicas para dar um up nas suas vendas:

PERSONALIZAÇÃO DA LOJA/SITE

Criar expectativa no consumidor é uma estratégia valiosa. Na loja física, espalhar cartazes anunciando a sexta-feira com preços diferenciados é importante – o cliente precisa saber que naquele determinado dia alguns produtos terão descontos especiais. No e-commerce, espalhe banners chamando a atenção do consumidor virtual para a Black Friday (se possível, crie uma página exclusiva para a data).

OBSERVAÇÃO DOS CONCORRENTES

Tanto proprietários de lojas físicas quanto virtuais devem ficar de olho na concorrência. Saber as promoções em alta no mercado ajuda a não perder clientes e a se manter no mesmo patamar dos ‘vizinhos’. O consumidor procura sempre o melhor preço, então, fique de olho!

RELACIONAMENTO NAS REDES SOCIAIS

Se o seu negócio tem um perfil em uma rede social, aproveite para divulgar as suas ofertas. Mas fique atento aos comentários, para responder a todos rapidamente e agir com leveza e bom humor, mesmo no caso de posts negativos.

FORMAS DE PAGAMENTO

Um dos diferenciais de uma compra online são as várias possibilidades de pagamento. Disponibilizar opções como cartões de crédito, débito em conta, boletos, transferência bancária, entre outras, desperta o interesse do consumidor. Nas lojas físicas, a facilidade de pagamento parcelado e de mais um descontinho à vista são grandes atrativos.

ENTREGA DE MERCADORIA

A Black Friday já é comum e o varejo recebe um grande número de pedidos em relação aos dias comuns. Programe-se de forma que tenha o produto em estoque ou que o envio não demore mais do que o aceitável.

Pronto! Agora é só juntar todas as dicas e intensificar suas vendas nesta Black Friday!

Leia Mais