Consumidor paulista tende a gastar mais nesse final de ano

Um cenário positivo se abre para os lojistas de São Paulo. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (FecomercioSP) divulgou, na primeira semana de novembro, dados que mostram que o otimismo e a confiança voltaram a fazer parte do cotidiano do consumidor paulista.

Após dois meses de queda, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) subiu em outubro, refletindo melhora do ambiente econômico brasileiro atual. A alta foi de 3,2% e, mais uma vez, fica acima de 100 pontos, chegando a 102,8 pontos. A escala de pontuação varia de zero (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total).

O empresário, portanto, pode se manter otimista, pois as perspectivas atuais são as melhores: o mercado nacional apresenta crescimento e o consumidor se sente mais confortável para sair às compras.

Vários fatores contribuíram para o avanço da confiança do consumidor, entre eles, inflação e juros em queda e indícios de diminuição da taxa de desemprego. O otimismo em relação ao futuro também subiu, mesmo sendo inferior ao patamar antes da crise, que era de 134,1 pontos.

Perfil do consumidor

O grupo de consumidores masculinos registrou alta de 11,1%, passando de 74 pontos para 82,2. Já as mulheres, apresentaram queda de, 3,7%, indo de 66,3 pontos em setembro para 63,8 em outubro. Vale destacar ainda o avanço de 8,2% por parte dos que têm renda familiar de até dez salários mínimos (64,2 pontos para 69,5 pontos).

Em relação às expectativas, o maior avanço foi entre os consumidores com renda familiar superior a dez salários mínimos – alta de 5,8%. O público que apresenta o maior otimismo é preenchido por aqueles até 35 anos, que registraram alta de 4,3%.

A pesquisa da FecomercioSP é uma ferramenta fundamental para lojistas e varejistas como você, que podem utilizar os dados para traçar estratégias e atingir em cheio o consumidor que se mostra otimista e disposto a gastar mais nesse final de ano. Aproveite!

Credencie-se para a Natal & Festas da ABCasa
shares
X