Confiança do consumidor cresce pelo segundo mês consecutivo

A confiança do consumidor paulista cresceu pelo segundo mês consecutivo, melhorando ainda mais as expectativas dos comerciantes para as vendas no Natal. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), divulgado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (FecomercioSP), apontou alta de 1,1% em relação ao mês anterior, que passou de 102,8 pontos em outubro para 104,0 pontos em novembro.

Se comparado com o mesmo período de 2016, entretanto, houve uma redução de 5,7%. Mesmo assim, o resultado alcançado neste ano é visto com entusiasmo pela Federação. De acordo com a assessoria econômica da Entidade, apesar do ICC apresentar a terceira baixa consecutiva na comparação anual – resultado da instabilidade política – o aumento no índice em relação aos meses anteriores está alicerçado a questões sólidas, como a recuperação da renda e do emprego.

O ICC é elaborado mensalmente pela FecomercioSP, sua escala de pontuação varia de zero (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total).

Assimetria entre homens e mulheres

Dos diversos parâmetros analisados pelo ICC, a diferença de gênero e renda são os que chamam mais atenção. Enquanto o grupo masculino registrou queda na expectativa de 2,7% no mês de outubro em relação a novembro, o grupo feminino teve alta de 1,5%.

No mesmo período, outras altas vieram de consumidores com idade superior a 35 anos, com melhora de 3,6%, e de consumidores com renda familiar inferior a dez salários mínimos, que assinalaram aumento de 3,2%.

Ou seja, apesar da crise econômica ainda vigente, o cenário econômico começa a apresentar sinais sólidos de melhora. Índices como o ICC podem ajudar você, lojista ou varejista, a traçar estratégias que alcancem esses consumidores, que estão mais dispostos a gastar neste fim de ano.

Credencie-se para a próxima ABCasa Fair
shares
X