Setembro, 2019

Dom01Set09:00Sex20Dez(Dez 20)20:00XII BIENAL INTERNACIONAL DE SÃO PAULOCentro Cultural São Paulo - CCSP

Mais

Detalhes do evento

Arquitetos e urbanistas há muito vêm aspirando projetar habitats inteiros, civilizações e, até mesmo, o planeta. Contudo, no atual clima de incerteza política e econômica, que se desenrola em um cenário de transformações ambientais sem precedentes causadas pelo rápido desenvolvimento industrial e tecnológico, profissionais da arquitetura e do urbanismo passaram a reconhecer a vulnerabilidade de suas disciplinas em relação às transformações globais e aos desafios de um futuro automatizado. Em reação, ao trazer o foco da arquitetura para a esfera cotidiana, esses profissionais começaram a questionar a finalidade central do projeto em um mundo super-projetado — aí incluídos objetos banais, rotinas diárias, protocolos de manutenção, ou até o uso de recursos básicos. Essa linha de investigação restabelece o que parece ser a dimensão mais trivial da realidade — o todo dia — como um mediador intrínseco da produção da arquitetura e da cidade. Na última década, o potencial do cotidiano vêm influenciando a prática e a teoria da arquitetura e do urbanismo, desencadeando uma nova ética e estética da simplicidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 2 =

X