Confira os quatro setores essenciais para uma boa setorização

Recentemente falamos aqui no Blog da ABCasa sobre setorização e como ela pode influenciar diretamente no faturamento da empresa.

Em linhas gerais, existem quatro setores utilizados por lojistas na hora de setorizar o espaço que funcionam bem, pois consideram não apenas a disposição dos produtos, mas o comportamento dos clientes em relação a eles.

Confira:

Primeiro Setor: vitrine e promoções

Podemos dizer que a vitrine é o cartão de visitas da loja, pois é o primeiro contato entre o consumidor e o seu negócio. Portanto, ela deve estar sempre limpa, arrumada e bonita, despertando assim o interesse em quem passa por ela.

Além disso, atualizar o espaço constantemente é muito importante, pois desperta a curiosidade do cliente ao mostrar que a loja está antenada com as novidades e lançamentos do mercado.

Dica de ouro: exponha as promoções na vitrine. Isso vai fazer com que o consumidor entre rapidamente na loja, pois verá que, além de ter um produto que lhe agrada, ele terá um desconto considerável.

Segundo Setor: lançamentos e compras de ocasião

Outra estratégia é anunciar os lançamentos logo após as promoções, o que faz com que o consumidor realize o percurso desejado pelo lojista dentro da loja. Apele para a curiosidade das pessoas, que gostam de saber as novidades em primeira mão: destaque o setor com placas chamativas anunciando a nova linha outono/inverno, por exemplo.

Lembre-se: quem entra em uma loja já tem em mente a ideia de comprar algo e muitos só precisam de alguns estímulos para concretizar a compra.

Terceiro Setor: produtos principais

Este é um setor que deve reunir os principais produtos da loja, aqueles que estão sempre à disposição.

É normal que nesta área o cliente permaneça por mais tempo, pois ele vai analisar as peças, tirar dúvidas e, só então, tomar a decisão de compra. É aqui que acontecem os atendimentos e esclarecimentos mais demorados.

Quarto Setor: produtos caros, caixas e provadores

Não é por acaso que os produtos mais caros e o caixa ficam nos fundos do estabelecimento. Trata-se da zona de maior segurança da loja, o que leva muitos comerciantes a disporem o espaço desta forma, pois assim ficam de olho em seus bens mais valiosos.

Em lojas de roupa também é nos fundos da loja, próximo à caixa, que os provadores devem ser instalados. Assim, se um cliente provar uma peça e gostar, as chances de comprá-la ao sair do provador e se deparar com o caixa (livre, de preferência) são maiores.

Algumas lojas também gostam de disponibilizar objetos de menor valor, mas de grande utilidade, próximos ao caixa, o que leva a muitas compras por impulso. Quem nunca comprou chocolates, meias ou canetas, por exemplo, que atire a primeira pedra.

Preparado para modificar a sua loja e melhoras os seus resultados? Fique ligado no blog da ABCasa que estamos preparando uma série de conteúdos úteis para você!

Mostrar Aviso
shares
X