Plantas permanentes adquirem cada vez mais espaço na decoração

Já está mais do que comprovado: as flores permanentes, antes conhecidas como “artificiais” ou “de plástico”, vieram para ficar. Seu uso na decoração é cada vez mais recomendado por designers e especialistas devido ao avanço da tecnologia na fabricação de modelos em materiais como cera, seda, papel, veludo, resina, entre outros.

Além da qualidade e realismo, as flores não naturais permanecem com a mesma aparência por muito mais tempo, uma vez que não murcham e nem exigem cuidados especiais, como adubação e rega constantes. É uma ótima opção para quem não tem tempo de cuidar de flores e plantas naturais ou para aqueles que pretendem decorar espaços sem luz e ventilação naturais.

Com a evolução da tecnologia, que utiliza materiais com aparência mais natural e viçosa, as plantas permanentes podem ser produzidas em resina, silicone, cera, borrachas, plásticos diferenciados e tecidos com texturas superiores. O nível de perfeição proporciona um arranjo de flores com toque macio e aveludado ou ainda raízes e troncos rústicos, caules e galhos com espinhos, além de folhagens com aparência seca.

Mesmo exigindo inicialmente uma despesa mais elevada na montagem de arranjos de qualidade superior, o investimento é facilmente recuperado em médio prazo, já que os gastos extras com manutenção tornam-se desnecessários. Isto se deve à resistência dos materiais empregados nesses produtos, que proporcionam facilidade na limpeza e conservação.

Uma vantagem em relação às plantas naturais reside no fato de que as plantas permanentes podem ser adquiridas em qualquer época do ano e não dependem do local de origem, haja vista que o transporte, o armazenamento e a logística para levá-las até as prateleiras das lojas não exigem cuidados especiais. Outro ponto importante a se destacar é que esses produtos não apresentam nenhum risco à saúde, como muitas vezes ocorre com os naturais, que podem provocar alergias, irritações, rinite, conjuntivite e crises de asma.

Como regra de decoração, as cores das flores e vasos precisam estar em harmonia com o ambiente. Para camuflar a condição da flor permanente, o ideal é colocá-las em áreas de passagem. Visando gerar um efeito mais realista, também é possível utilizar vasos ou jarras próprias para plantas orgânicas e acrescentar cascas de árvores ou musgos ao recipiente.

Arranjos

Os arranjos de flores podem ornamentar residências, jardins, apartamentos e escritórios. Também são itens que, normalmente, incrementam ocasiões especiais, como aniversários, casamentos e outros eventos sociais.

Para montar um arranjo bonito e realista em casa, é necessário adicionar outros elementos, a exemplo de musgos, folhagens e vasos. A dica é adquirir os itens decorativos de um único fornecedor, o que deverá facilitar a combinação entre os objetos, criando uma decoração harmoniosa.

Em apartamentos, a decoração com plantas deve incluir cores vivas de flores ou um pouco de verde. No chão do apartamento, pode-se colocar árvores pequenas em vasos, tomando o cuidado de mantê-las nos cantos ou encostadas na parede para não dificultarem a passagem.

Já no escritório, o ideal é utilizar as suculentas, por serem versáteis e, ao mesmo tempo, por conferirem um toque especial quando dispostas em terrários. Estes, por sua vez, devem ser montados tendo como base um aquário ou algum outro recipiente de vidro, agregando-se posteriormente as plantas e componentes como argila, cascas de madeira e pedrinhas artesanais.

Em relação aos jardins, a dica é criá-los no quintal ou em cantos de janelas. No entanto, devem ser utilizadas flores e plantas de materiais impermeáveis e resistentes ao sol e à chuva, como o silicone e os que apresentam proteção contra raios UV.

As flores permanentes também podem ser aplicadas na decoração de aniversários, especialmente as coloridas, como as astromélias, camélias ou tulipas; e também na de casamentos, nos quais arranjos podem ser destacados em mesas com pequenos buquês ou até mesmo em um painel verde na parede. Além disso, materiais como seda e renda, que podem ser complementados com itens de vime, bambu e madeira, também proporcionam um ambiente romântico.

Cuidados

Mesmo sendo produzidas à base de materiais mais acessíveis e práticos, é importante tomar alguns cuidados para manter, de forma duradoura, as flores e plantas permanentes mais bonitas e viçosas.

Para um armazenamento adequado, é fundamental evitar a colocação desses produtos em locais com incidência direta dos raios do sol, pois a exposição acelera o processo de desbotamento e pode danificar o material utilizado na fabricação. Por isso, o ideal é manter as plantas no interior da casa ou em locais protegidos da luz solar. Em ambientes externos, o melhor é adquirir plantas que tenham tratamento específico para garantir a proteção contra os raios UV, com um alto índice de resistência.

Para tirar o pó das plantas, o indicado é passar panos de microfibra, que limpam bem, não prejudicam as plantas e podem ser utilizados secos ou umedecidos. No caso de flores avulsas, a melhor alternativa é colocá-las em um saco com duas colheres de sopa de sal e, com este fechado, agitá-lo até que o pó seja solto. Em seguida, retire as flores do saco e agite-as para eliminar os resíduos.

No caso de uma limpeza mais profunda das plantas, recomenda-se o uso de um detergente neutro bem diluído. Em seguida, enxague e deixe-as secar em local protegido do sol e de cabeça para baixo.

O mercado de flores e plantas permanentes atende aos mais variados estilos e ambientes. Cada área da residência, do escritório ou de um evento pode ter mais valor agregado com o modelo adequado de arranjo floral. Por isso, é importante saber quais flores e plantas são indicadas para cada local: no banheiro, por exemplo, utilize bambus e lírios; no hall de entrada, azaleias, lanças-de-são-jorge e lírios; no jardim, suculentas, gramas e folhagens; na sala, antúrios, bromélias e dracenas; e na cozinha, bromélias e tulipas, lembrando que esses itens devem ficar longe das fontes de calor a fim de evitar eventuais acidentes.

Mostrar Aviso
shares
X