Driblando a crise, Vemplast se reinventa e cria linha de máscaras de proteção

Após mais de quatro meses do início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), milhares de empresas tiveram que adotar medidas drásticas para manterem seus negócios, sendo que muitas acabaram encerrando suas atividades. Além disso, a quarentena imposta por estados e municípios pressiona muitos empresários, prejudicando direta e indiretamente uma parte significativa da população.

Por outro lado, a resiliência tão característica dos brasileiros pode ser observada nas diversas empresas que conseguiram superar as dificuldades impostas pela crise e até lançaram novos produtos em seu ramo de atuação, sendo que muitas obtiveram aumento no volume de negócios durante a pandemia.

Uma das que se adaptou ao novo cenário foi a Vemplast, especializada no segmento de cozinhas industriais, utilidades domésticas e decorações, que atua no mercado nacional desde 2009. Depois de paralisar as atividades por um período de 20 dias, a empresa retornou de forma gradativa para atender a restaurantes hospitalares, que mantiveram a demanda.

Porém, assim como praticamente todos os negócios no Brasil, a Vemplast enfrentou inúmeros desafios logo no início da pandemia: queda brusca no faturamento, pois grande parte de seus clientes encerrou as atividades; cancelamentos de pedidos; solicitações de prorrogação de boletos; suspensão de fornecimentos e pagamentos, entre outras dificuldades.

Respeitando o decreto do governo de São Paulo, a empresa manteve as portas fechadas por um período de aproximadamente três semanas, durante o qual concedeu férias coletivas a todos os funcionários. Em seguida, retomou a produção com apenas 10% do quadro de funcionários, sendo que o restante continuou de férias e alguns foram demitidos. Todos os colaboradores mantidos atenderam aos mercados de alimentação hospitalar e de restaurantes de empresas que não podiam parar de funcionar, além de estabelecimentos que contam com sistema de delivery.

Os integrantes da equipe receberam orientações sobre os devidos cuidados visando prevenir o contágio. Em razão de recomendações dos órgãos de saúde, o uso do álcool em gel já era uma regra da empresa desde o início do surto do vírus H1N1. Entretanto, com a vinda da pandemia, a Vemplast reforçou ainda mais os hábitos de higiene, instruindo a equipe a lavar as mãos, utilizar álcool em gel e usar máscaras de proteção facial (face shields), item obrigatório dentro de suas instalações, além de redobrar os procedimentos de higienização em todos os ambientes.

 

No período em que esteve fechada, a Vemplast teve a ideia de criar uma máscara que pudesse ajudar hospitais públicos e locais menos privilegiados. “Como a empresa tem um centro de usinagem e tínhamos aço em estoque, que seria utilizado em outro projeto, começamos a pesquisar e desenvolvemos um projeto de máscaras protetoras, sendo que em apenas uma semana iniciamos a produção”, explica Renata Oliveira, diretora administrativa.

Os equipamentos de proteção foram doados a hospitais públicos, para uma unidade da AMA (Associação de Amigos do Autista) e entidades católicas. “A ideia era doar o máximo que pudéssemos para ajudar regiões e instituições menos privilegiadas. Até o momento, produzimos e entregamos 10 mil máscaras para várias localidades do Brasil”, informa Renata.

A ação despertou o interesse de mais hospitais e também de supermercados, farmácias e outras empresas, que demandaram uma produção do equipamento em maior escala. Segundo Renata, houve até uma proposta para exportação dos materiais, mas como o foco é ajudar o Brasil a passar pela pandemia, o pedido acabou sendo recusado em um primeiro momento, embora a empresa não descarte atender a essa solicitação no futuro.

O sucesso na produção do equipamento levou a Vemplast a criar uma linha de produtos de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), especialmente para evitar uma dependência do mercado chinês, que detém quase a totalidade desse mercado. “Criamos duas novas marcas, a Vem Hospitalar e a Vem Health, para darmos continuidade ao projeto”, destaca a diretora administrativa.

A capacidade de se reinventar da Vemplast motivou uma reportagem especial da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. Confira em https://tinyurl.com/y3ugtejy.

Credencie-se para a próxima ABCasa Fair Mostrar Aviso
shares
X