Conheça o estilo rústico e suas madeiras e tijolos aparentes

Imagine só uma sala de estar de uma casa no campo. Sofá e poltrona de couro que te convidam para se esparramar, uma bela mesa de centro de madeira com algumas revistas em cima e um tapete felpudo confortável. Adicione à composição uma parede com tijolinhos sem acabamento, um quadro grande com uma paisagem estonteante e, voilà, está decorado um ambiente no estilo rústico!

A decoração rústica é inspirada em ambientes rurais com elementos e formas da natureza que convergem em um regresso às origens. Ele lembra bastante o estilo campestre, sobre o qual já falamos aqui no Blog da ABCasa.

Com foco no aconchego, o estilo rústico é bastante utilizado em casas de campo, residências praianas e casas de veraneio, mas nada impede que ele seja aplicado e mesclado com outros estilos em casas e apartamentos urbanos.

Aliás, se a ideia é levar conforto e suavizar a rotina da cidade grande, o estilo rústico cai como uma luva! Isso acontece porque os elementos trabalhados nesse tipo de decoração mexem com a memória afetiva, trazendo o aconchego das boas lembranças.

 

Principais características do estilo rústico

Sem dúvidas, a utilização da madeira é a base da decoração rústica. Por isso, use e abuse sem medo de exagerar. Ela pode estar presente nos móveis – logicamente -, mas também em vigas aparentes do teto, no forro, no piso e até mesmo no revestimento da parede.

O material dá um charme vital – e natural – ao estilo! Se for possível, aproveite para utilizar madeira de demolição sem nenhum tipo de acabamento na composição do ambiente (isso vai deixar o espaço ainda mais rústico!).

O tijolo é outro elemento com o DNA do estilo rústico. Ele deixa o ambiente com aquele visual despojado e um ar de “inacabado” próprio do tema. Vale construir uma parede de tijolinhos ou utilizar revestimentos prontos que imitam a perfeição do material!

Outros tipos de materiais amplamente explorados no estilo e que remetem aos nossos antepassados são a palha, o barro e o cobre. Mas não se esqueça de explorar também a cal, o couro, o cimento, a cerâmica e o bambu.

O estilo rústico ficou marcado pelas formas grosseiras onde as coisas eram feitas sem muito acabamento, já que bastavam ser funcionais. Hoje em dia, a pouca atenção aos detalhes é utilizada propositadamente na hora de decorar um ambiente com o tema.

Quer saber auxiliar o cliente que deseja decorar a casa no estilo rústico? Então conheça outros elementos do tema e faça as indicações certeiras!

 

Cores

Uma paleta rústica que se preze vai explorar, principalmente, o “branco-sujo”, tons de terra ou tonalidades pastel claras. Os pontos de cor ficam a cargo dos têxteis: xadrez, floral, listras, patchwork e algodão são boas apostas para misturar (marcar registrada do estilo rústico!).

 

Paredes

O estilo também é composto por paredes irregulares e que relevam seu aspecto natural, sejam elas de pedra ou de tijolo. Composições onde as paredes são revestidas com madeira natural pintada em tons claros também é uma boa saída!

Para valorizar o estilo rústico, uma boa ideia é utilizar a pedra canjiquinha, seja em ambientes externos ou internos. Não se trata de um tipo de pedra natural, mas uma forma de aplicação que tem feito muito sucesso! Ela consiste em revestir a superfície com tiras finas de pedra bruta que são instaladas em camadas para criar uma textura bonita, rústica e delicada.

A pedra canjiquinha, seja ela com tom bege ou branco, pode ser aplicada em uma das paredes do banheiro ou, por exemplo, ser utilizada para compor um painel na sala de estar.

 

Móveis

Lembra que falamos mais acima para usar e abusar da madeira? Digamos que é melhor se pautar pelo bom senso na hora de pensar no mobiliário de um ambiente decorado no estilo rústico.

Móveis antigos e pesados são fundamentais para deixar o ambiente charmoso, sem falar que é possível reciclar peças. Aqueles móveis que estão largados em um canto ou disponíveis em vendas de garagem e lojas de antiguidades podem ser perfeitos para um projeto de decoração rústico.

As camas do estilo geralmente são pequenas e estreitas, enquanto o guarda-roupa e as cômodas são maiores. Não se esqueça que as composições também podem ser enriquecidas com baús, mesas, cadeira de balanço e sofás confortáveis com muitas almofadas e mantas por cima.

A versatilidade dos móveis de madeira faz com que eles combinem com diversos outros materiais e acabamentos em inúmeras possibilidades. Sem falar que é possível explorar pallets e caixotes, resultando em resultados fantásticos: uma cama, estantes, mesa de centro, e por aí vai…

Credencie-se para a próxima ABCasa Fair Mostrar Aviso
shares
X