O que levar em conta na hora de escolher uma playlist para sua loja

Já falamos aqui no Blog da ABCasa sobre Music Branding e como as empresas podem se beneficiar dos efeitos sonoros e melhorar a experiência dos seus clientes no PDV.

A escolha correta de melodias cria um ambiente ideal para o consumidor, portanto, é preciso ter atenção para “não dar um tiro no pé”.

Vamos listar aqui cinco dicas para levar em conta na hora de montar a playlist. Confira!

1 – Identifique perfis de clientes

Imagine que sua loja venda roupas ou outros produtos para mulheres de meia idade e a playlist esteja recheada de Heavy Metal… Claro que as mulheres podem escutar o que quiserem, mas, neste caso, a maioria dos seus clientes não vai se sentir à vontade como se sentiriam com uma seleção de músicas mais leves.

Por essas e por outras é preciso identificar o perfil dos clientes. Para isso, realize uma pesquisa de mercado e faça um levantamento para determinar o comportamento dos consumidores, seus desejos, expectativas e hábitos de consumo.

Pessoas mais velhas podem ir à loja com maior frequência pela manhã, por exemplo, enquanto grupos de jovens podem passar pelo seu estabelecimento mais a noite, antes ou depois da faculdade.

Para o primeiro grupo, o ideal é trabalhar com músicas que trazem calma e tranquilidade, proporcionando uma jornada prazerosa na escolha de produtos. Já para o segundo grupo, o interessante é explorar músicas do momento, já que com seus tablets e celulares conectados 24 horas os jovens sabem tudo que está na moda.

2 – Peça ajuda aos colaboradores

Além dos seus clientes, os colaboradores estarão diariamente sob influência da playlist escolhida e isso pode instigar o humor da equipe. Consequentemente, as vendas também podem ser influenciadas (positiva ou negativamente).

Sendo assim, interagir com os funcionários e pedir que eles sugiram músicas é muito importante para que o ambiente permaneça harmônico, o atendimento seja de qualidade e a loja se destaque no mercado.

Só fique atento para não colocar na playlist músicas que não combinam com o perfil do estabelecimento.

3 – Perceba o fluxo de movimento

O ritmo das compras na loja é influenciado pela música que estiver tocando de fundo. Se ela for calma e em volume mais baixo, os clientes tendem a permanecer mais tempo passeando pelos corredores.

Em contrapartida, se a canção for mais agitada, as compras tendem a ser mais rápidas.

Saber em quais horários há mais pessoas na loja e quando os clientes ficam mais agitados vai contribuir para elaborar estratégias mais assertivas.

Exemplo:

Supermercados e afins tendem a ter movimentação maior depois das 18h, que é quando os clientes saem do trabalho e vão comprar itens para levar para casa. Tudo o que o consumidor não quer é um ambiente barulhento e agitado, afinal, o expediente de trabalho já deve ter sido muito estressante.

Sendo assim, a playlist deve conter músicas agradáveis e relaxantes para desacelerar o cliente e facilitar o contato com os colaboradores.

Já para horários de fluxo médio o ideal é que a música seja mais agitada, oferecendo estímulos inconscientes e reafirmando que o seu negócio traz sempre uma experiência positiva para o público.

4 – Alinhe playlist e posicionamento da marca

Nada de músicas aleatórias e que não condizem com os propósitos da marca. A sonoridade deve estar em harmonia com outras ações de marketing.

O importante é que todos os elementos trabalhem em conjunto: marketing sensorial, identidade visual, decoração ambiente, disposição das peças na vitrine, entre outros aspectos.

5 – Contrate uma empresa especializada

Como foi possível observar, selecionar músicas demanda atenção a vários pontos importantes para que os resultados sejam positivos.

Considere, então, contratar uma empresa especializada em playlist de lojas. Elas contam com know-how para tal ação e podem realizar uma série de estudos profundos e mapeamento do público alvo a ser trabalhado.

A sua empresa pode contar, por exemplo, com uma rádio na loja. Uma estação personalizada permitirá divulgar promoções e criar atrações que interajam com o público, o que pode ser útil para aumentar as vendas.

Já consegue imaginar a sua loja com uma música agradável de fundo? Então comece a estudar a implementação de uma playlist no seu negócio agora mesmo!

Credencie-se para a próxima ABCasa Fair Mostrar Aviso
shares
X