Saiba como explorar a culinária e faturar mais no Natal

Não é só pela decoração colorida e iluminada que o Natal se destaca. A culinária da época natalina é, sem dúvida, um dos pontos altos do final do ano e deixa todos com água na boca.

Já falamos por aqui que o Natal é a data mais importante para o comércio varejista no Brasil. É a época em que todos os segmentos tendem a crescer no mercado, aquecido principalmente pelo 13º salário.

Em 2020, apesar das restrições impostas pela pandemia de Covid-19 e pela turbulência vivida desde o início do ano, as expectativas são de retomada das vendas.

De acordo com levantamento do site Compre & Confie, 62% dos entrevistados disseram que vão manter ou aumentar os gastos com presentes para familiares neste Natal.

Além da tradicional decoração natalina e do destaque especial que os presentes ganham no fim do ano, a culinária característica da época também representa uma boa oportunidade de negócio, seja para trabalhadores independentes, seja para empresas.

Quer saber como? Segue a leitura!

Trabalhadores independentes

Para aqueles que já trabalham vendendo doces, a dica é aproveitar o momento e investir em receitas de confeitaria de Natal. Quem não atua no segmento, também pode pegar carona e aproveitar a oportunidade. Renda extra nunca é demais!

As receitas podem ser aquelas já testadas (ou, para quem começou, as mais fáceis). Frutos secos, nozes e amêndoas são ingredientes que não podem faltar nas guloseimas!

Os produtos que podem ser explorados são os mais diversos: panetone e chocotone (simples ou trufados), chocolate artesanal, cookies, cakepop, pão de mel, biscoitos e muitos outros.

Empresas

As empresas que atuam no ramo alimentício também buscam aproveitar o momento para incrementar o seu faturamento. Se você ainda não começou a fazer alguma coisa para aproveitar a data, calma que ainda dá tempo de alcançar excelentes resultados.

Se você é dono de uma padaria, por exemplo, pode incluir em suas vendas os tradicionais chocotones, rabanadas, bolotone no pote, biscoitos, bolachas natalinas, bolos rústicos, entre outros itens.

Aposte nas novidades! Siga as tendências do seu segmento e inove para atrair cada vez mais clientes.

Para quem trabalha com gastronomia, uma boa oportunidade é oferecer Ceias de Natal personalizadas.

Cada vez mais as pessoas querem tudo na mão, com facilidade, principalmente agora em tempos de pandemia. Quanto menos os clientes tiverem que se deslocar a supermercados e enfrentar filas, melhor.

Elabore mais de uma opção de cardápio para que o cliente escolha à vontade e invista em formas eficientes de entrega, divulgação nas redes sociais e utilize embalagens bonitas e de qualidade.

Lembre-se que as embalagens dos produtos podem fazer toda a diferença! Explore as cores da data, como o vermelho e o verde e utilize fitas douradas e celofane para chamar a atenção.

Outro segmento que pode ter grandes resultados são as chocolaterias. Depois da Páscoa, o Natal é a melhor data para os empresários do setor.

Além da demanda de clientes que buscam presentear amigos e familiares, muitos empresários querem fechar pacotes para presentear seus funcionários, principalmente agora que muitos estão trabalhando em home office.

Ah, e seja qual for a sua loja, pense nas aquisições de última hora, as chamadas compras por impulso.

Destine um espaço para expor guardanapos temáticos, copos descartáveis e de acrílico comemorativos, bandejas, velas e outros itens que podem ser úteis aos clientes na hora de preparar a ceia.

Inspire-se!

Lembre-se que momentos de desafios trazem oportunidades de ouro. Vamos te dar um exemplo bastante elucidativo e encorajador!

Durante a pandemia, Natalie Bamford, no Reino Unido, foi suspensa do seu trabalho e teve uma ideia para animar os seus colegas de trabalho que já lhe rendeu 1 milhão de libras (cerca de R$ 6,9 milhões) de acordo com uma matéria veiculada recentemente no Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

A ideia surgiu quando a empresa de tecnologia em que ela trabalhava decidiu enviar um mimo para os funcionários, agradecendo por eles estarem em home office. Seu marido sugeriu que ela fizesse uma caixa de guloseimas…

A caixa continha doces, bebidas e lanchinhos e foi um sucesso. Logo, a ideia se espalhou pela região e, a partir daí, surgiu a Colleague Box, empresa que oferece caixas de presente personalizadas para as empresas que desejam agradar seus funcionários.

O que poderia ser um momento complicado, com dinheiro curto e muitas contas a pagar, tornou-se uma grande virada profissional na vida de Natalie. Sua empresa já vendeu mais de 47 mil caixas!

Natalie Bamford e o marido, criadores da Colleague Box

E você, está preparado para o momento mais importante da sua carreira? Sim?! Então foco e até a próxima!

Mostrar Aviso
shares
X