Vender online: oportunidades e por onde começar

O ano passado foi marcado por muitos movimentos inéditos no mercado, dentre eles o “boom” do e-commerce. Com o cenário pandêmico, marcas tradicionais e novas empresas de todos os segmentos e tamanhos que ainda não comercializavam seus produtos pela internet se viram obrigadas a migrar para o virtual para se manter ativas e vender online. 

A pesquisa Webshoppers realizada pela Ebit/Nielsen em parceria com a Bexs Banco, revelou que em 2020 as compras online bateram recorde histórico no Brasil e alcançaram a marca de R$87 bilhões de reais, o que representou um crescimento de 41%. 

É por números como esses que muitas pessoas reconhecem as oportunidades que o digital oferece e decidem arriscar. É bem verdade que é mais simples abrir um negócio online, visto que exige menos etapas e investimentos, mas isso não quer dizer que seja uma tarefa fácil. 

Um dos passos mais importantes é decidir como, onde e de que forma vender. Se você deseja começar a vender online, então esse texto é para você. A seguir eu vou te contar quais os canais mais indicados para iniciantes e como utilizá-los. 

Canais de vendas para começar

Sabemos que iniciar um negócio, mesmo que online, exige investimento e nem sempre essa decisão é tomada tendo em vista uma grande oportunidade, mas sim por conta de uma necessidade. Por isso, separamos aqui alguns canais e plataformas onde é possível começar a vender online investindo pouco ou nada. 

Veja quais são elas a seguir. 

Redes Sociais 

Já pensou em quanto tempo você passa conectado na internet e no quanto ela influencia o seu desejo de compras? Uma coisa é fato, você passa muitas horas online e em grande parte conferindo as suas redes sociais. 

Esse comportamento foi revelado em pesquisa da Hootsuite em parceria com a We Are Social na qual constatou-se que o brasileiro passa em média nove horas e 14 minutos por dia conectados e em média três horas e 31 minutos nas redes sociais. Na lista mundial, ficamos atrás apenas da Tailândia e das Filipinas. 

Tais dados evidenciam o potencial das redes para alavancar os negócios e é por isso que vamos te contar quais são as principais plataformas para começar a explorar e vender.

  • Facebook 

Sabia que o Facebook ainda é a rede que tem mais usuários ativos e é possível vender por lá? Sim, além de ter um grande público para aproveitar, lá você pode vender em um marketplace próprio da rede social. 

Além do marketplace,você também pode vender em grupos e até fazer anúncios para alavancar as vendas. A rede é uma grande oportunidade de começar a vender sem um grande investimento inicial. 

Quer entender mais sobre essas funcionalidades? Saiba mais aqui 

  • Instagram 

Umas das redes mais populares e que oferecem uma infinidade de recursos. Hoje, ele é a principal vitrine de muitas marcas e uma elo entre elas e o cliente.

Dados disponibilizados pela rede mostram que 90% dos usuários do Instagram seguem ao menos uma empresa; 50% ficam mais interessados quando veem anúncios de marcas e que 70% dos compradores buscam a próxima compra nesta rede social. 

Se tem interesse em explorá-la, veja quais funcionalidades estão disponíveis:

  • Instagram Shopping: um tipo de loja dentro da própria rede 
  • Métricas: dados sobre a audiência (idade, gênero, cidade etc)
  • Anúncios: é possível divulgar os produtos para um público segmentado
  • Conteúdo: diversos formatos que permitem apresentar os produtos de forma criativa, aumentar o alcance de público e criar relacionamento
  • WhatsApp Business 

Um pouco diferente do WhatsApp tradicional, essa versão é focada nos negócios e tem funcionalidades específicas para tal. Hoje, ele está presente em 99% dos aparelhos ativos no Brasil e é uma ótima opção para manter-se sempre em contato com o cliente. 

Por lá você poderá indicar a localização da empresa, criar catálogos de produtos, configurar mensagens automáticas, classificar contatos com etiquetas, conferir estatísticas de mensagens e mais. 

Marketplace 

Ele é basicamente um shopping virtual. Um e-commerce mediado por uma empresa e que reúne vários lojistas vendendo os seus produtos. Para deixar mais claro, vamos te falar alguns exemplos famosos que são o Mercado Livre, Shopee, Elo7, Olx, Magazine Luiza e outros. 

Você provavelmente já teve contato com alguma dessas plataformas e deve ter reparado no alto número de vendedores, mas já se perguntou por que eles estão ali, mesmo como uma alta concorrência? Quais são as vantagens? Pois bem, têm muitas como a alta visibilidades e baixo custo, mas existem outras e elas estão listadas abaixo. 

Vantagens do marketplace 

  • Visibilidade: às plataformas já têm audiência consolidada e público fiel que acessa
  • Custo: em geral o principal custo é o de comissão sob as vendas, ou seja, você só paga se vender 
  • Aumento das vendas: devido à audiência e da estabilidade da marca no mercado, os clientes têm mais confiança em realizar as primeiras compras 
  • Crescimento: as plataformas têm grande circulação de público e isso é uma grande de chance de elevar o alcance da marca e conquistar mais clientes 

Essas são algumas das vantagens e nossa dica é para que você utilize esse recurso principalmente no início dos negócios, quando o principal objetivo é tornar a marca conhecida e alcançar o maior número de pessoas possível. 

Outra maneira pelos e-commerce. É sobre eles que você vai entender abaixo. 

E-commerce

Ter um e-commerce é ter um site próprio da sua marca, é conquistar o seu próprio espaço online. E quem não quer, né? 

O e-commerce também tem suas vantagens, mas exige maior investimento de tempo e dinheiro, isso porque o empreendedor terá que desenvolver a loja virtual ou pelo menos personalizá-la, além de, na maioria das vezes, pagar mensalidades para manter a loja no ar. 

Mas calma, não se assuste, pois não estamos falando de nada muito elaborado, muitas plataformas já têm templates prontos e muito fáceis de personalizar, já outras têm até planos gratuitos. Veja abaixo quais são as principais vantagens e plataformas indicadas para quem está começando a vender online.  

Vantagens do e-commerce 

  • Integração com outros canais 
  • Maior controle dos clientes 
  • Audiência própria 
  • Menos concorrência direta 

Principais plataformas 

Existem muitas opções no mercado, mas o importante é saber quais são as melhores para iniciar as vendas e para isso é preciso analisar o investimento, suporte, formas de pagamento que elas oferecem e muito mais. Veja abaixo opções de baixo custo e que têm bons recursos:

Dicas bônus 

A ABCasa é parceria de uma série de instituições e está sempre em busca de viabilizar o crescimento do setor de artigos para casa e decoração. Entre essas parcerias, muitas podem te ajudar a alavancar os seus negócios. Conheça algumas e confira as condições especiais. 

Soluções para reduzir custos de frete 

  • Melhor envio: 10% de desconto para novos usuários usando cupom #ABCASA
  • Frete Rápido: 20% de desconto na primeira mensalidade e funcionalidades grátis

E aí, já sabe por onde começar? O importante é ponderar todos os pontos e ver quais se encaixam melhor às suas ideias de negócio. 

E se for para dar mais uma dica antes de finalizar, aqui vai: combine as plataformas e canais. Isso mesmo, você não precisa escolher apenas uma opção, por exemplo, você pode divulgar e vender seus produtos nas redes sociais, mas também vender no marketplace e e-commerce desde que consiga se organizar para isso. 

Escolha mais de um canal e aproveite todo o potencial que eles oferecem para vender online.

Mostrar Aviso
X